Colunistas -

Flu Vence E Dá Show...mas Só No Sub-17. (07/11/2018)

O Fluminense deu um verdadeiro baile no Curintcha nesta quarta-feira nas Laranjeiras, venceu por 3 a 0 e se classificou com facilidade para a semifinal da Copa do Brasil sub-17.

Saudades dos tempos em que os jogadores formados na base subiam para o time titular, era só questão de tempo e amadurecimento. Digo isso porque este nosso time sub-17 teria tudo para se transformar em um time profissional fortíssimo...se o Flu não fosse vender os garotos por dez réis de mel coado.

E o pior: o clube vende os jovens jogadores e continua sem pagar salários e prossegue sendo notícia por sucessivos calotes em atletas, funcionários, fornecedores, empresários e em quem mais cometa a bobagem de se envolver de alguma forma com o nosso clube. O Flu é hoje uma instituição inidônea.

Mas voltemos ao que realmente interessa: o time sub-17 talvez seja a melhor geração já formada pelo Fluminense. Nos anos 60, 70 e 80, formávamos dois ou três grandes jogadores por geração. Na década de 60, tivemos Carlos Alberto Torres, Evaldo (que brilhou no Cruzeiro de Tostão e Dirceu Lopes) e Denilson.

Nos anos 70, Marco Antônio e Edinho; nos 90, Delei, Ricardo Gomes e Branco. Mas este sub-17 atual é bom do goleiro ao ponta-esquerda, como se dizia nos tempos de Telê Santana.

Todo mundo é bom de bola, alguns com pinta de futuros craques.

Cito logo o goleiro Marcelo, de 16 anos, os laterais Calegari e Marcos Pedro, os volantes André e Martinelli, os atacantes Marcos Paulo, João Pedro, Luiz Henrique e Wallace.

E os reservas entram sem deixar a peteca cair. Também parece excelente o técnico Eduardo Oliveira, que construiu um timaço.

Quanto ao nosso time titular, prefiro esquecer o que vi na Arena da Baixaria. Acredito que nos resta apenas torcer para que acabe logo este ano e que alguma coisa diferente aconteça depois.

Ou vamos nos firmar como um clube insignificante, que é o que somos atualmente.Ou, pior ainda, sei lá

-


 
Desculpe, não há artigos no momento.
  


Copyright (c) 1998-2019 Sempre Flu - Todos os direitos reservados