Colunistas -

Viva! Finalmente, Uma Boa Notícia! (22/05/2018)

Os salários foram postos em dia! Finalmente, poderemos falar de futebol, e passo a ter certeza de que venceremos finalmente a Chapecoense no sábado. Eu confio neste grupo de jogadores e até no Abel como pilar de estabilidade, se os salários realmente se mantiverem em dia.

Confio hoje no Abel, apesar da experiência negativa de 2005 (sucessão de cinco derrotas que nos tirou da Libertadores) e vexames posteriores ao título de 2012. Acho que estaremos garantidos pelo menos até a interrupção do campeonato pela Copa do Mundo.

Depois é que virão os problemas. Será outro campeonato. Sempre é assim. Temo principalmente pela interrupção de um mês e pelas férias que o Fluminense vai dar a todo mundo – o Abel, inclusive, deverá ser comentarista de um desses canais de tevê ordinários. Isso já nos aconteceu uma vez com consequências ruins.

Lembram? Foi o Osvaldo de Oliveira em 2002. Foi comentar a Copa e largou tudo para lá, planejamento etc. Voltamos mal. Temo também pela perda de jogadores, aqueles que têm mercado e são bem jovens. A tal da janela internacional é sempre uma ameaça.

Como não podemos passar sem más notícias, o Matheus Alessandro bateu com o carro em um outro automóvel em que um médico estava com a mulher e o filho recém-nascido. A notícia saiu primeiro no Ancelmo Góis, que não se deu ao trabalho de ouvir o lado do jogador.

Mas o que me impressiona é que um jovem de 21 ou 22 anos, que era bem pobre e continua com um salário baixo, já tenha uma Mercedes Benz! Como assim? Se é verdade, o garoto está muito mal orientado. Imediatamente me lembro do Robert, que destruiu cedo uma carreira promissora.

Não estou dizendo que Matheus Alessandro seja parecido, ou que vá acontecer o mesmo com ele. Nada disso! Mas deveria primeiro cuidar do velho ensinamento dos nossos pais e avós: comprar um imóvel para si próprio e para seus pais, e adquirir um carro de brasileiro comum de classe média.

Pelo menos enquanto não for um astro.

Sobre o futebol jogado em campo, quem viu Inter de Porto Alegre e Chapecoense, nessa segunda-feira à noite, sabe que é a hora de vencer a turma da roça. O time deles é o mais fraco desde a volta à primeira divisão, há quatro ou cinco anos. E o nosso está com moral alta e é muito melhor do que o do ano passado.

Estou apostando em uma arrancada. Tomara que não quebre a cara...

-


 
Desculpe, não há artigos no momento.
  


Copyright (c) 1998-2018 Sempre Flu - Todos os direitos reservados