Colunistas -

Levir Tem O Meu Respeito (10/10/2016)

Vai se aproximando o fla X FLU e começa a contagem regressiva. Em épocas de “vacas magras” com relação a vitórias em clássicos desde que a atual diretoria assumiu, começamos muito mal a o pré-jogo. Concordamos com a alteração da data do jogo de quarta para quinta, o que permitirá que o adversário utilize jogadores que estariam fora se o jogo fosse mantido em sua data original e ainda, sem mais nem menos, PS abriu mão de ter 90% do estádio ocupado por tricolores.

Não dá pra esperar nada mesmo dessa turma que comanda o futebol do Fluminense, mas confesso que esses caras se superam e não deixam de me surpreender a cada dia que passa. Vencer esse jogo é de fundamental importância para nossas pretensões de estar na Libertadores do ano que vem.

Quero aqui fazer um comentário sobre o nosso treinador Levir Culpi. Apesar de achar que as vezes ele passa do ponto nas entrevistas, forçando algumas piadinhas de mau gosto, pegar esse time do Fluminense, que tem um dos piores elencos que já vi desde que me entendo por tricolor (e olha que lá se vão mais de 45 anos) não é para qualquer um.

Sabe lá o que é você olhar para o banco e ver Oswaldo, Dudu, Dourado e mais uma meia dúzia de cabeças de bagre? Muitos deles contratados a peso de ouro! Se hoje não tivéssemos um técnico que entende um pouco do “riscado”, me atrevo a dizer que estaríamos novamente à beira de um ataque de nervos e brigando pra não cair. Levir tem o meu respeito!

Com relação a eleição, penso ser um momento decisivo para traçar o futuro do Fluminense que queremos. Queremos ser apenas um mero participante de campeonatos ou queremos brigar por títulos? A atual diretoria apequenou o TIME do Fluminense e isso inclusive, tem refletido na acomodação da nossa torcida. Mas isso é assunto pra uma próxima conversa.

Que venha o clássico e que tudo siga o caminho natural das coisas, ou seja, ganhar fla X FLU é normal.

-


 
Desculpe, não há artigos no momento.
  


Copyright (c) 1998-2017 Sempre Flu - Todos os direitos reservados