Colunistas -

Nenhuma Evolução, Eduardo Baptista! (30/01/2016)

Oioi, meus amores e amoras!

A estreia na Liga Sul-Minas-Rio foi decepcionante. Quase ninguém se salvou. Duas ressalvas bem pequeninas para alguns lampejos do Felipe Amorim, na primeira metade do primeiro tempo, e para a atuação correta do jovem zagueiro Nogueira.

De resto, não consegui enxergar nenhuma evolução.

Sem comentários para a expulsão do Fred – tanto que nem ele mesmo comentou – e no único lance que algo poderia dar certo, pênalti perdido em péssima cobrança do Cícero. Aff!!!

EB continua com o discurso dos treinadores jovens e ditos promissores. O trabalho está correto, é preciso tempo, os resultados virão... tô sem saco pra isso! Já deu!

Mas vou lembrar ao nosso simpático técnico que ele já dirigiu a equipe em 19 jogos e conseguiu apenas quatro vitórias. Comandou a pré-temporada e estreou na Liga com um time formado por jogadores que ele conhecia desde o ano passado. Exceção feita para entrada de Felipe Amorim, ausência do Marlon e integração do Danielzinho, todos os demais jogadores que foram a Volta Redonda já trabalham com o EB há algum tempo.

E o time piora...

O mesmo time que não agrediu o adversário, que fica com a bola e não produz, que não tem poder de marcação... será mantido para estreia no Carioquinha. Hunf!!!

Henrique, que em sua última entrevista disse estar pronto para jogar, pois estava treinando normalmente e em meio de temporada no exterior, vai trabalhar mais alguns dias. Sua estreia foi adiada!!!

Ahhhh, fala sério... treinador!!!

De qualquer forma, amanhã estarei com uma de minhas muuuitas camisas do Fluzão, torcendo para alguma melhora e pela volta das vitórias do nosso amado TRIcolor.

Volta Redonda, Bonsucesso, Madureira e Tigres serão os adversários antes dos clássicos contra Cruzeiro e Flamengo. Qualquer coisa diferente de vitórias e atuações convincentes levarão a batata do treinador para assar em forno bem quente. Se bem que ela já vem em banho Maria...

__________________________________________

Danielzinho e Nem

Sou fã do trabalho de base feito em Xerém, hoje reconhecidamente um dos melhores do país. Apoio todos os meninos formados na nossa casa, mas ainda não vejo o Danielzinho pronto, comandando o meio campo e com atuações decisivas na atual temporada a ponto de não indicar a troca pelo Nem.

Ainda mais quando todos os nossos atacantes ficam no banco, por opção do treinador e Fred segue sozinho, isolado, de costas, esperando cair do céu uma bola para mandar para as redes.

Acompanhei todo o Campeonato Brasileiro Sub 20. Danielzinho tem potencial, mas ainda deve amadurecer e ser trabalhado para dar o resultado que todos esperam.

Um aninho na Ucrânia, ganhando dez vezes mais, não faz mal a ninguém!

O Nem, que já passou pelo Figueirense também por um ano, retornou, fez ótima dupla com Fred e foi campeão brasileiro. Em um mês acredito que estaria na ponta dos cascos e sendo decisivo ao lado do Dom Fredon durante todo o ano.

De qualquer forma... ambos são TRIcolores... cresceram no clube e terão o apoio da torcida quando forem para o campo com a nossa camisa.

Assim espero...

Beijinhos TRIcolores!

Eu vou cantar essa paixão que vem de dentrooooo...
Um sentimento verde, branco e grenáaaaa!!!

-


 
Desculpe, não há artigos no momento.
  


Copyright (c) 1998-2017 Sempre Flu - Todos os direitos reservados