A Mentira Como Forma de Gestão... - 25/09/2018

Mentir, mentir sempre, criar um ambiente de ilusão, uma #narrativa#. Como a do ano passado, de que o patrocínio da Caixa Econômica não interessava ao Fluminense porque havia #cláusulas leoninas#, exigência de exclusividade em operações financeiras, que o dinheiro do patrocínio era #pouco# etc.

Hoje, como a história não convence a mais ninguém, a verdade aflora: o Flu não tem o patrocínio da Caixa simplesmente porque não tem as Certidões Negativas de Débito. Ou seja, deve ao governo impostos, sempre atrasadíssimos. Por isso, passamos tanta vergonha com empresas vagabundas de fundo de quintal em nossa camisa.

#Empresários# caloteiros, que conseguem um brilhareco em jogos televisados do Flu, aparecem na mídia, mas não pagam. Mate Vitton, Valle Express e outros lixos. Agora, a conversa fiada é que #o modelo do futebol brasileiro está falido#. Como se ninguém soubesse disso há praticamente 20 anos...

Quando a Lei Pelé foi reformulada, no fim dos anos 90, houve a tentativa de modernização, de incluir a possibilidade de que o futebol de um clube fosse vendido, ou que se tornasse uma sociedade por ações, como na Inglaterra, Itália, França. Ou que houvesse limites para reeleições em clubes e federações.

Porém, a vanguarda do atraso, o deputado Eurico Miranda e #a bancada da bola#, foi contra. Evidentemente, com o apoio da maioria dos clubes, inclusive do Fluminense, que vive no mundo da lua, como um clubeco de bairro. Eurico disse que os clubes #são centenários# e que pertencem aos sócios, não a aventureiros.

Como se os sócios que frequentam piscinas fossem lesados, caso o futebol ficasse a cargo de uma empresa.

Claro que Eurico defendia ali seus interesses próprios, sempre escusos, fazendo gato-e-sapato do Vasco da Gama, que sempre considerou sua propriedade particular. Não interessava a ele que os clubes se profissionalizassem, nem que houvesse um rodízio na CBF ou na federação em que ele mandava e desmandava, a de Caixa d'Água e, depois, do Roubinho.

Aos #dirigentes# de clube sempre interessou mandar e se revezar no poder, administrando o futebol, um negócio de muitos milhões, como se fosse a piscina do Riachuelo.

Vaidade, arrogância, burrice, uma combinação que dá nisso que vemos hoje. Passar pela portaria dos clubes sentindo-se poderosos, #conselheiros#, #diretores#, #presidente#. Uma glória pessoal pequena, de bairro, que garante ingressos grátis para amigos e parentes, espaço na mídia. O máximo de poder que conseguiriam na vida.

A alternativa posta na mesa em 1999 seria a criação de uma empresa, uma liga profissional, que administrasse o Campeonato Brasileiro, tendo os clubes como associados, cotistas. Como a NBA, ou a Premier League.

A empresa negociaria os patrocínios, cotas de tevê e organizaria tabelas, arbitragens etc. O Clube dos 13, criado em 1987, era um esboço. Pelo projeto idealizado, a CBF cuidaria da Seleção Brasileira, e fim de papo.

Sabemos que não deu certo. O Clube dos 13 não conseguiu passar de uma boa ideia. Mas era um embrião, melhor do que a alternativa que depois prevaleceu, organizada pela Globo, por Framengo e Curintcha, que resolveram em 2010 implodir o Clube dos 13, com apoio dos outros clubes.

Ficou tudo nas mãos da Globo e da CBF, que beneficiaram seus favoritos.

Assim, hoje, Fluminense, Botafogo, Cruzeiro, Atlético-MG, Grêmio e Internacional recebem da Globo um terço do que ganham Curintcha e Framengo. Os queridinhos. 180 milhões para cada um deles, contra 60 milhões para os outros. Isso vai mudar no ano que vem, mas o estrago já foi feito.

O Fluminense sempre esteve a reboque dessa gente. Por hábito, Pedro Abad assumiu e prometeu rendição incondicional a tudo de ruim que existe em nosso futebol. À CBF. Ao Roubinho. E não se cansa de tomar na cabeça com tal subserviência. Agora é fácil culpar a crise econômica do país e do Rio de Janeiro.

Sim, é um fato. O Estado do Rio quebrou, graças à sinistra combinação PT/PMDB. Isso, evidentemente, afetou os clubes cariocas, os investimentos sumiram. É verdade também que fica mais fácil levantar recursos em estados importantes que têm apenas dois clubes grandes, como Rio Grande do Sul e Minas Gerais.

Mas a crise não justifica a decadência. Desde Fábio Egypto (1987/90), o Fluminense acumula presidentes ruins, arrogantes, indolentes, ineptos # para ser generoso com alguns. Arnaldo Santiago (1993/96) tentou, era um homem sério, mas não tinha competência.

Alguns nos cobrem de vergonha e indignação, como Egypto, Gil Carneiro de Mendonça (que desmoralizou o sobrenome histórico), Álvaro Barcellos, Horcades, Peter Siemsen e Pedro Abad. Uma vergonha, repito.

Por justiça, excluo dessa turma David Fischel e, claro, Manoel Schwartz, que retornou ao clube no pior momento, em 1998, mas já idoso e com a saúde abalada. Esses dois nos resgataram, mas a ecologia tricolor já era muito degradada.

E a cada entrevista do presidente atual, a vergonha aumenta. Não há credibilidade, ninguém vai investir um tostão em um clube com a atual diretoria. Ninguém empresta dinheiro a caloteiro.

Vejamos alguns clubes que recebem ninharias da Globo, como nós: o Patético Paranaense tem um dos três melhores estádios do país, o melhor CT, e paga em dia a seus profissionais. O Atlético Mineiro vai construir seu estádio próprio, moderníssimo, e não atrasa salários.

Certo, concordo que os dois atléticos não ganham títulos importantes, exceto a Libertadores do Galo. Mas são mais respeitados do que nós. O Cruzeiro está sempre nas cabeças, montando elencos fortes e brigando por títulos de peso. Salários em dia, como os outros.

A diretoria do Flu não entende nada disso. Responde que não há condições de contratar grandes jogadores. Não é esse o ponto, não se trata de contratar craques, como nos tempos de Unimed. Todo mundo sabe que isso é impossível. O Grêmio e o Inter não têm craques.

Trata-se de gerir o clube como um clube grande, pagar salários e obrigações em dia, não atrasar impostos, ser respeitado na mídia e respeitar a própria torcida. Vender jovens jogadores pelo preço justo e negociar bem.

Não #esquecer# de mandar advogado a audiências em que ex-profissionais cobram na justiça salários atrasados. Não tomar empréstimos bancários para pagar despesas correntes.

Não antecipar receitas, o que significa vender o jantar para pagar o almoço.

Não demitir grandes nomes por whatsapp e depois não pagar o que deveria, e ser humilhado diariamente pela mídia. Não perder jogadores na justiça por falta de pagamento de salários e de FGTS.

Enfim, não ser tratado publicamente como um antro de picaretagem e inadimplência.

É bom lembrar: a divisão de cotas de tevê no ano que vem vai ter como base a colocação no Brasileirão deste ano. Clube rebaixado vai receber como time de segunda.

As crises afetam a todos. A falta de títulos também. Mas a vergonha na cara e a competência são fundamentais.

Cezar Motta - cezar_motta@uol.com.br


 
JOGOS ANTERIORES:

A Super-libertadores Com Norte-americanos e o Fluminense - 16/10/2018
Os Ralos Por Onde o Dinheiro Some no Flu - 05/10/2018
Um Desolador Vestiário Com Salários Atrasados - 14/09/2018
Um Desolador Vestiário Com Salários Atrasados - 14/09/2018
Ou Mudamos, ou Morremos - 26/08/2018
- 01/06/2018
Fluminense 1 X 2 Avai - Copa do Brasil // Por Neto Fluritiba - 01/03/2018
Força Abel Braga - 29/07/2017
Atlético-mg X Fluminense //por Marcos Cabidelli - 21/05/2017
Fluminense X Santos //por Marcos Cabidelli - 14/05/2017
Liverpool X Fluminense //por Marcos Cabidelli - 11/05/2017
Flamengo X Fluminense //por Marcos Cabidelli - 07/05/2017
Fluminense X Flamengo //por Marcos Cabidelli - 01/05/2017
Fluminense X Vasco //por Marcos Cabidelli - 23/04/2017
Fluminense X Goiás //por Marcos Cabidelli - 21/04/2017
Goiás X Fluminense //por Marcos Cabidelli - 13/04/2017
Botafogo X Fluminense //por Marcos Cabidelli - 09/04/2017
Flu 1 X 1 Vitoria # Por Lierson - 15/11/2016
Cruzeiro 4 X 2 Flu # Por Lierson - 06/11/2016
Flu 2 X 2 Vitória # Por Lierson - 28/10/2016
Coritiba 1 X 1 Flu # Por Lierson - 24/10/2016
Flu 1 X 2 São Paulo # Por Lierson - 17/10/2016
Flu 1 X 2 Flamengo (que Várzea!) # Por Lierson - 13/10/2016
Santos 2 X 1 Flu # Por Lierson - 05/10/2016
Flu 3 X 1 Sport # Por Lierson - 01/10/2016
Corinthians 0 X 1 Flu # Por Lierson - 25/09/2016
Corinthians 1 X 0 Flu ( Outra Garfada Descarada!) # Por Lierson - 21/09/2016
Grêmio 0 X 1 Flu # Por Lierson - 18/09/2016
Flu 1 X 2 Chapecoense (de Novo!) # Por Lierson - 15/09/2016

     (1)  2  3  4  5  6  7  8  9  10  Próxima  Última 
  


Copyright (c) 1998-2018 Sempre Flu - Todos os direitos reservados