Petkovic não deverá enfrentar o Banfield

Queixando-se de incômodo na região glútea, onde um exame constatou edema, meia sérvio deverá ser poupado por Abel.

Do Pelé.Net

RIO DE JANEIRO - Na ausência de Felipe, o meia Petkovic é a menina dos olhos do técnico Abel Braga e disso ninguém duvida. Por isso, o sérvio deverá ser poupado do jogo desta quarta-feira, em Buenos Aires, em que o Fluminense enfrentará o Banfield-ARG para decidir uma vaga nas quartas-de-final da Copa Sul-Americana.

O motivo apresentado por Abel foi um pequeno edema na região glútea acusado por um exame de imagem. Embora o departamento médico do clube tenha liberado o jogador, o técnico não quer arriscar a integridade física do atleta que, nos últimos jogos do Tricolor, vem desequilibrando com belos lances e gols.

"Esse edema apareceu e se for para jogar no sacrifício prefiro não colocá-lo. Não estamos falando de qualquer jogador, mas sim do Petkovic. Estou priorizando o jogo de domingo [contra o Internacional, líder do Brasileirão], mas talvez para outros quatro ou cinco jogos. Colocar o Pet e perdê-lo lá na frente é que é complicado", declarou Abel.

Ao admitir que neste momento a disputa do Campeonato Brasileiro é sua prioridade, o torcedor poderia imaginar que o treinador escalaria uma equipe mista para enfrentar o Banfield. No jogo de ida, o Tricolor venceu por 3 a 1 e, para avançar de fase, pode até perder por um gol.

No entanto, do atual elenco tricolor, dez jogadores não têm condições de jogar na Argentina. Marcos Aurélio, Marcão, Radamés, Toró e Adriano Magrão não estão inscritos na Copa Sul-Americana. Beto, Thiago, Preto Casagrande e Felipe seguem em tratamento, e Leandro cumprirá suspensão por ter sido expulso no primeiro jogo.

Apesar dos problemas, Abel mais uma vez garantiu que a equipe irá jogar ofensivamente, atacando os argentinos. O treinador pó-de-arroz definirá a escalação após o treino desta terça-feira, mas adiantou que Rodrigo Tiuí será o companheiro de Tuta no ataque. Na defesa, ele deverá optar por um esquema com três zagueiros.

"Estou levando apenas 18 jogadores, mas quem vai para a Argentina não está indo a passeio", destacou o treinador.

 

CURTAS DO FLUMINENSE

Lateral-artilheiro: O ala Gabriel está bem perto de igualar um recorde no Campeonato Brasileiro. Com o gol que garantiu a virada do Fluminense sobre o Santos, no último domingo, o jogador chegou a 13 gols na competição e se aproxima de Mancini e Paulo Baier, que, em 2002, se tornaram os laterais que mais vezes marcaram em uma edição do Brasileiro. Naquele ano, os jogadores assinalaram 15 gols.

"Procuro não ficar me preocupando em bater esse recorde, mas confesso que penso em atingir esta marca. É um número expressivo que, além de ser uma satisfação pessoal, ainda ajudaria o Fluminense a conquistar as vitórias", admitiu


Maratona: A delegação chega a Buenos Aires na noite desta segunda-feira. No dia seguinte, treina às 15h30 (horário de Brasília). Na quarta, enfrenta o Banfield e dorme na Argentina. Quinta-feira é dia de viajar para Porto Alegre, onde a equipe chega às 16h45. Na sexta e no sábado, Abel Braga comandará treinos às 10h no CT do Grêmio. A partida contra o Internacional acontecerá no domingo à tarde e a delegação só retorna ao Rio na tarde da segunda-feira.

Fominha: Entregue pelo departamento médico para a fase de recondicionamento físico, o meia Felipe está ansioso para retornar aos gramados. No afã de voltar a fazer o que mais gosta, o jogador se colocou à disposição de Abel para o jogo desta quarta, mas o seu retorno só acontecerá no domingo, contra o Inter.